terça-feira, 17 de abril de 2012

BRINCADEIRAS ANTIGAS - PROJETO DO CEI IVETE SPÉZIA SCHMITT

O CEI Ivete Spézia Schmitt e o Pré-escolar Gotinha Sapeca estão desenvolvendo um projeto que tem por objetivo conhecer brincadeiras antigas, a fim de resgatá-las do passado e torná-las parte do universo infantil atual.
É através das crianças que perpetuam as brincadeiras tradicionais, sendo estas, preservadas e recriadas a cada nova geração. Portanto, resgatar a tradição das brincadeiras é uma forma de ampliar o universo lúdico e cultural das crianças, além de promover uma interação com outras gerações.
Através das brincadeiras a criança desenvolve a linguagem, o pensamento, a socialização, a iniciativa e a autoestima, preparando-se para ser um cidadão capaz de enfrentar desafios. Assim como nossos pais e avós, com certeza irão ter uma história para contar e uma brincadeira à ensinar.

TÍTULO: RESGATE DAS BRINCADEIRAS ANTIGAS

PROBLEMA: De que forma resgatar as brincadeiras antigas?

JUSTIFICATIVA: É através das crianças que se perpetuam as brincadeiras tradicionais, sendo, estas, preservadas e recriadas a cada nova geração. Portanto, resgatar a tradição das brincadeiras é uma forma de ampliar o universo lúdico e cultural das crianças, além de promover uma interação com outras gerações. Hoje em dia as tecnologias restringem as brincadeiras, fazendo com que as crianças fiquem horas e horas na frente do computador ou mesmo da televisão. Ficam ocupadas em vencer obstáculos, disputar corridas, tudo isso sem a criança sair do lugar. Sendo assim resgatamos o projeto “Brincadeiras antigas”, o brincar e o jogar que são atos indispensáveis à saúde física, emocional e intelectual e sempre estiveram presentes em qualquer povo desde os mais remotos tempos. Através deles, a criança desenvolve a linguagem, o pensamento, a socialização, a iniciativa e a autoestima, preparando-se para ser um cidadão capaz de enfrentar desafios. Assim como nossos pais e avós, com certeza as crianças irão ter uma história para contar e uma brincadeira à ensinar. Também percebemos a importância de que as crianças sejam ensinadas por alguém com mais experiência, para que possam conhecê-las, aprendê-las e passar a fazer uso dessas brincadeiras com prazer nas suas interações com outras crianças sem mais a presença do adulto, ou seja, que essas brincadeiras passem a fazer parte do universo infantil novamente.

OBJETIVO GERAL: Conhecer brincadeiras antigas, a fim de resgatá-las do passado e torná-las parte do universo infantil atual.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
·        Propiciar com as brincadeiras, momentos afetivos de interação entre as crianças, estimulando a participação e o trabalho em equipe;
·        Resgatar com pais e avós, brincadeiras de seu tempo de criança;
·        Conhecer as brincadeiras antigas;
·        Reconhecer semelhanças e diferenças das crianças de hoje e de outros tempos;
·        Identificar o cotidiano das crianças nos tempos atuais;
·        Resgatar jogos, canções, danças de roda e brincadeiras de antigamente.

CONTEÚDOS:
·        Eu e o outro (identidade e autonomia)
·        Valores (identidade e autonomia)
·        Exploração do espaço (movimento)
·        Velocidade (movimento)
·        Movimento (movimento)
·        Linguagem oral, escrita e corporal (linguagem)
·        Raciocínio lógico (matemática)
·        Contagem oral (matemática)
·        Tradições e diversidades socioculturais: A história da brincadeira (natureza e sociedade)

METODOLOGIA:
·        Fazer um resgate das brincadeiras com pais e avós;
·        Toda semana será proposta uma brincadeira, onde todas as turmas irão participar conforme cronograma entregue para as professoras.

CRONOGRAMA: Projeto anual.

AVALIAÇÃO:
·        Brincar com outras crianças;
·        Participa das atividades interagindo com os elementos do grupo;
·        Participa de atividades que envolvem brincadeiras, jogos e canções;
·        Participa oralmente de ações do grupo;
·        Demonstra capacidade de memorização;
·        Elabora perguntas e respostas de acordo com os diversos contextos de que participa;
·        Brinca conhecendo a natureza e sociedade em que vive;
·        Participa das diferentes tradições culturais (brincadeiras antigas);
·        Manifesta comportamento de cuidado com o corpo;
·        Utiliza contagem oral nas brincadeiras e em situações nas quais reconheça sua necessidade;
·        Brinca de contar;
·        Faz comparações (leve/pesado, alto/baixo, mais/menos, quente/frio);
·        Demonstra espontaneidade ao movimentar seu próprio corpo;
·        Expressa-se corporalmente por meio da dança, brincadeiras e de outros movimentos;
·        Demonstra motricidade ampla (vira cambalhota, arrasta, corre, salta, sobe, desce, rola, engatinha).

AMARELINHA




BRINCADEIRAS COM CORDA












PASSAR NO TÚNEL







CABANA





CIRCUITO COM OBSTÁCULOS



















DANÇA DA CADEIRA



JOGAR BOLA NO CESTO


DANÇA DA LARANJA












OVO NA COLHER







Um comentário: